Confira a entrevista dada por Bruno Zanetti Westin, sócio e diretor de criação da ZW Design, sobre o projeto desenvolvido pelo seu escritório, para a concept store da Avantgarde.

PROJEÇÕES MAPEADAS TRANSFORMAM O INTERIOR DA AVANTGARDE EM ESPAÇO DE EXPERIÊNCIAS

Por Heloisa Aline

IMERSÃO MULTISSENSORIAL

Imagens Poéticas  coloridas nascem do teto do salão circular. Uma cortina de água se abre ao se atravessar o vão da porta. E uma cachoeira encharca, inesperadamente, as telas de uma galeria de arte. Todas essas surpresas fazem parte de uma proposta audaciosa para transformar os interiores da Avantgarde em um espaço de experiências sensoriais.

Reunindo arte, design e tecnologia, ela é assinada pela empresa ZW Design, que tirou proveito do arrojado projeto arquitetônico de Sérgio Viana para criar efeitos especiais que encantam os compradores dos automotivos oferecidos pela loja. A novidade tem despertado também a curiosidade de quem transita pela avenida Raja Gabaglia.

Revista Avantgarde Universe – ed 02 – dezembro 2020.

Toda essa atenção é resultado do plano ambicioso dos empresários Áureo Brandão, Fernando Duran e Rodrigo Freitas, que resolveram investir no novo ponto comercial a partir da concepção de experiências e sensações. Impactado pelo que viu ao conhecer a Avantgarde, o primeiro insight de Bruno Zanetti Westin, diretor da ZW Design, foi o de que a loja tinha que ser transportada para um patamar de relevância audiovisual em Belo Horizonte. De lá pra cá, foram muitas reuniões, brainstorms e viagens de pesquisas, sempre orientados pelo conceito do espaço e pelo que ele poderia oferecer. 

“Foram dez meses entre a apresentação, o planejamento e a entrega do projeto”, conta o designer  que, neste ínterim, fez uma viagem para a China e conheceu o museu teamLab Borderless, uma referência em arte e tecnologia presente em Xangai. Ficou muito impressionado com a experiência, que permite uma imersão completa nos ambientes e envolve os quatro sentidos, a espacialidade, além da presença de espelhos que possibilitam ilusões de ótica. 

No trabalho assinado pelo teamLab — grupo interdisciplinar de artistas “ultra tecnólogos” que atua desde 20001 em Tóquio —, foram usados 580 projetores. “Fui à Disney em 2018 e, de lá pra cá, tentei entender a potência da imersão sensorial. Depois como ela poderia ser usada no projeto da Avantgarde. Troquei muitas ideias com o Fernando em torno do que era viável fazer e assinamos o contrato em dezembro de 2019”, relembra Bruno. 

Revista Avantgarde Universe – ed 02 – dezembro 2020.

O TRABALHO

Desde então, foi vencida uma sequência de desafios, que resultaram em diversos ambientes imersivos nos interiores da loja. Um dos maiores deles foi o projeto para o salão circular, no qual 15 projetores direcionado para o teto — que tem uma geometria complexa em forma de cone — criam cenários poéticos como os de um céu estrelado, aurora boreal, fogos de artifício e galáxias criadas com fotos em alta resolução da NASA. Bruno revela que os efeitos chamam a atenção de todos os que passam pela avenida. “Ao início da noite, com as cortinas abertas, as projeções são ligadas para contemplação das imagens que nascem no salão e colocam em destaque os carros da vitrine. É um espetáculo que deixamos de presente para a cidade”. 

No espaço de vendas propriamente dito, a ZW Design valoriza as linhas arquitetônicas criadas por Sérgio Viana. Acima da passarela formada pelos automotivos, um videowall destaca o logo da loja.

Sérgio Viana e a Avantgarde ganharam, em 2020, o primeiro lugar do Prêmio POPAI – Point-of-Purchase Advertising International na categoria Design e Arquitetura de Loja – Store Design: Lojas maiores de 500m², com o projeto arquitetônico da concept store.

Revista Avantgarde Universe – ed 02 – dezembro 2020.

Surpresas estão presentes também no salão underground, destinado a eventos e festas, onde uma área de 150 metros quadrados se transformou em uma galeria de arte com a projeção de telas famosas. São 50 quadros, que vão do estilo renascentista ao modernismo, de Leonardo da Vinci com sua Mona Lisa a Jan van Eyck, passando por Monet e Van Gogh. Em determinado momento, eles são encharcados por uma cachoeira digital. “O espectador fica surpreendido, porque ele não espera pelo desfecho. As imagens — todas de bancos autorizados — são feitas por nove projetores e geram impacto no público. As pessoas querem registrar, tirar fotos com o celular”, explica Bruno;

Outro detalhe, presente no mesmo local, são os efeitos de partículas em forma de seta que brincam com o G do logo da Avantgarde.

É um espaço multiuso, que se adapta a qualquer tipo de proposta e comemoração e que pode ser personalizado, transformando o ambiente tanto para um evento quanto para uma exposição de produtos.

Para completar, um outro cantinho — a escada que liga o subsolo ao salão circular, uma área de passagem — ganhou quatro projetores, cujos efeitos das imagens mudam o conceito espacial. Nessa área lúdica, contemplativa e instagramável, como explica o designer, o visitante é envolvido e encantando por estímulos de água, fogo e texturas de vegetação. É a tecnologia associada à mágica e à fantasia. 

Revista Avantgarde Universe – ed 02 – dezembro 2020.

“Esse foi o projeto mais complexo que já desenvolvemos, tanto tecnicamente quanto conceitualmente, em escala e dimensão”, ele considera. Bruno estudou design gráfico na Fumec e fundou a empresa com o irmão, Adriano, há 10 anos, com um braço voltado para o design de experiências digitais e tecnologia.

Não adianta entregar só tecnologia pela tecnologia. Ela deve servir como ferramenta para alcançarmos nossos objetivos sem que apareça e atrapalhe a experiência do espectador. Dessa forma, criamos mágica.

Representantes da geração dos millennials, aficionados pela tecnologia e cultura pop, os dois irmãos e a equipe multidisciplinar da ZW criaram ferramentas próprias para atuar no mercado. Um exemplo é o software que alimenta e gerencia todo o conteúdo dos ambientes na loja, que foi desenvolvido internamente pela empresa.
Acesse a revista digital: https://issuu.com/avantgardeavantgardemotors.co/docs/avantgarde-02-issuu-red